[RESENHA] Onde está você, Tammara Webber

onde está você série entrelinhas tammara webber

Ano: 2016
Páginas: 307
Língua: Português
Editora: Verus
Preço Médio: 29,90

Sinopse: Quando conheceu Emma Pierce no set de filmagem de seu último longa-metragem, Graham Douglas ficou imediatamente encantado, mas Emma era o objeto de desejo do superastro Reid Alexander. Graham fez o possível para não se apaixonar por ela, até que um encontro em Nova York dá a ele mais uma chance, e dessa vez ele decide arriscar. Emma sacrificou uma carreira promissora em Hollywood para levar uma vida comum. Ela acreditava já ter superado o que sentia pelos dois caras que disputavam seu coração na filmagem de seu último trabalho, até que o destino coloca Emma em uma cafeteria no meio de Manhattan com aquele de quem ela ainda sente saudade. Brooke Cameron sobreviveu aos três meses no set de filmagem com seu belo e arrogante ex-namorado, o garoto de ouro de Hollywood. Mais velha e sábia, ela agora pôs os olhos em Graham, um grande amigo, e só há uma coisa em seu caminho: Emma, a garota que ele não consegue esquecer. Reid Alexander é capaz de resumir a própria vida em uma única palavra: tédio. Ele não tem muito o que fazer além de entrevistas, sessões de fotos e o lançamento de seu último filme. Em busca de diversão, a última coisa que ele espera é se juntar à sua ressentida ex-namorada para atingir um objetivo comum: separar Graham e Emma. O jogo começou.

Onde está você é divertidíssimo. Sim, eu estou bem feliz em acompanhar esse trabalho da Tammara Webber! Como comentei na resenha de Entrelinhas – clique aqui para ler – nosso começo não foi muito bom, com Easy, mas com essa série, gente! Que delicia!

Confesso que não tinha compreendido muito bem a razão de ser uma trilogia, mas este segundo livro conseguiu engatar bem com o final do primeiro.

Em Onde está você, temos os pontos de vista da Emma, do Reid, da Brook e do… GRAHAM! hehehe vocês não imaginam a minha felicidade de abrir o livro e já dar de cara com o pov dele.

A produção do filme acabou e Emma, no lugar de continuar deslumbrada com a atenção de Reid, está com o coração partido. E dividido também. Apesar de nutrir sentimentos pro Graham, ela sabe que algo os impede. O filme está em pós produção e ela opta por levar uma vida comum e começa a procurar por uma universidade. É assim que o destino vai brincar com seu coração – e o meu hahaha – fazendo com que ela eo Graham se esbarrem e daí, conversem e optem por ficar juntos.
Reid e Brook obviamente não estão nem um pouco felizes com isso, e é muito legal ver os povs deles ao longo do livro. Nada fica em aberto. Compreendemos muito bem o que eles planejam. E Book, devo dizer que se saiu pior que o Reid nesse volume. Pensei que a babaquice dele fosse me irritar bastante, mas apesar da melhora, a Booke conseguiu o posto de personagem chata e desnecessária. Pensei que, depois de tudo o que rola no primeiro volume, que ela iria ter uma evolução, mas infelizmente acontece o inverso.

Graham tem meu coração. Não tem como não me apaixonar por ele ainda mais nesse volume, ainda mais por tudo o que ele passa junto com a Emma quando a produção para venda do filme começa. Como se não bastasse tudo o que eles tem que passar por resolverem ficar juntos, os produtores e o estúdio solicitam que a Emma e o Reid finjam estar completamente apaixonados para poder ajudar na venda do filme.

Daí vocês já tiram tudo o que vai acontecer, não é mesmo?

Onde está você é uma leitura leve, divertida e mais uma vez me deixou super satisfeita passar algum tempo com esses personagens, lembrar dos shippers da vida real e tudo mais. É leitura de uma sentada, de um domingo regado por preguiça que vai se tornar divertido.

XoXo

[RESENHA] Entrelinhas, Tammara Webber

ccc486af-a4b1-4f34-a076-c3d89d3577e4

 

ISBN: 13: 9788576863861

Ano: 2015

Páginas: 347

Língua: Português

Editora: Verus

Preço Médio: R$ 25,90

 

 

Sinopse:  Reid Alexander, um dos jovens atores mais bem pagos da atualidade, está acostumado a conseguir o que quer – e o que ele quer agora é Emma Pierce, a atriz novata que vai fazer par romântico com ele no próximo filme. Os astros parecem estar se alinhando para realizar o seu desejo, até que ele se vê diante de dois obstáculos inesperados: uma ex-namorada ressentida e um rival que vai disputar o coração de Emma. Emma Pierce acaba de receber uma oportunidade de ouro após anos atuando em comerciais e filmes para TV. Fazer o papel principal em um filme de grande orçamento, contracenando com o lindo Reid Alexander, deveria ser a realização de um sonho. Mas o coração de Emma esconde uma fantasia secreta: ela quer ser uma garota normal. Entrelinhas é o primeiro volume da série homônima de Tammara Webber, autora que já conquistou os leitores brasileiros com livros como Easy e Breakable. Embarque em mais esta história arrebatadora, que vai deixar você querendo muito mais.

Quem me conhece já sabe que eu tive um inicio complicado com a Tamara Webber. Easy foi um daqueles livros que vi o mundo inteiro esbanjando amor, mas na hora do vamos ver… eu o detestei.

Águas passadas, ganhei Entrelinhas na turnê na Record aqui em Recife e confesso que estava bem apreensiva para ler. Mas como o pessoal da Record adiantou: é jovem, é leve… E de fato é. Pronto, agora estou super de bem com a autora.

Entrelinhas é o primeiro volume de uma trilogia e é juvenil e divertido. Fácil de se identificar com os personagens, uma história que não tem lá muita novidade, mas faz você rir e o tempo passar sem que você nem sinta. É cheio de clichês também, vale adiantar, mas nada que tenha me incomodado de fato.

Os personagens principais são a Emma e o Reid e logo nos primeiros capítulos você já sente que a química entre os dois é forte. A Emma passa por uma pequena evolução ao longo do livro, algo que me agradou bastante. Ela vive uma relação muito delicada com seu pai, mas cresce aos poucos.  O Reid… bem, garoto, vamos ter que trabalhar bastante para que me conquiste de fato, enh? É aquele típico personagem que passa o rodo, é o gostosão, como a gente brinca aqui no Nordeste, se acha o verdadeiro bonitão das tapiocas. Ou como talvez vocês devam conhecer: se acha a última Coca-Cola do deserto. É um personagem que tem tudo para que você deteste, mesmo sabendo que em algum momento vai rolar uma redençãozinha.

Como eu disse, o livro é cheio de clichês e é contado por dois pontos de vista o que em determinado ponto fiquei pensando se não seria mais justo se a gente tivesse mais um, o do Graham. Ele é um personagem fácil de gostar. Que tem muito o que dizer também. E que faz acontecer, digamos assim. Não, eu não vou dizer mais que isso.

Algo que me peguei – e uma amiga que também leu falou comigo sobre isso, a Pri do blog Feed your head – o tempo todo pensando também foi se a Tammara Webber se inspirou em certos casais por aí. Mais precisamente, rasgo a seda mesmo e tenho vontade de gritar: A Tammara Webber era Robsten Shipper!!!! Kkkkk Sério, se você shipou ou acompanhou um mínimo que seja dos dois quando ainda estavam juntos, ao ler esse livro vai entender o que estou falando. São fatos parecidos demais.

No mais, o que realmente mais me divertiu foi acompanhar a tal adaptação moderna de Orgulho e Preconceito. Isso obviamente me lembrou muito das releituras de Emma, que no caso é o As Patricinhas de Beverly Hills e de A Megera Domada, de Shakespeare, com 10 coisas que odeio em você.

Gostei bastante da tradução, deu para sentir que rolou uma boa adaptação de algumas palavras e a diagramação e coloração da página estão maravilhosas. Ou seja: para acabar com uma tarde de tédio, Entrelinhas se torna uma ótima opção.

XoXo