Protagonizado por Matt Damon, suspense ‘A Grande Muralha’ ganha primeiro trailer

untitled

COM DIREÇÃO DO CHINÊS ZHANG YIMOU, PRODUÇÃO AINDA TRAZ WILLEM DAFOE E PEDRO PASCAL NO ELENCO

Mais de 1.700 anos para ser construída e mais de 8 mil quilômetros de comprimento: o mistério em torno da Grande Muralha da China é tema do novo suspense de Zhang Yimou (“O Clã das Adagas Voadoras” e “Flores do Oriente”). Assista ao trailer de “A Grande Muralha” (The Great Wall)

Previsto para chegar aos cinemas brasileiros em fevereiro de 2017, o longa conta a história de uma força de elite que apoia a construção de uma das estruturas mais icônicas da humanidade. O filme conta com roteiro de Tony Gilroy, da franquia “Bourne”, e Carlo Bernard & Doug Miro, de “Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo”.

Com distribuição da Universal Pictures e produção da Legendary Pictures, o longa traz Matt Damon, Willem Dafoe, Pedro Pascal, Tian Jing, Hanyu Zhang e Han Lu no elenco.

ESQUADRÃO SUICIDA ESTARÁ PRESENTE NA TATTOO WEEK SP 2016

esquadraosuicida-750x380

O longa é dirigido por David Ayer e estreia em 4 de agosto no Brasil

Em mais uma ação para divulgar o aguardado filme dos mais perigosos supervilões do cinema, Esquadrão Suicida, a Warner Bros. Pictures terá um stand na 6ª edição da Tattoo Week SP 2016, uma das principais convenções de tatuagem do mundo, que acontece entre os dias 22, 23 e 24 de julho no Expo Center Norte, em São Paulo.

No stand, os visitantes poderão fazer tatuagens de decalque dos personagens do filme, como Arlequina, Coringa e Pistoleiro, entre outros. Além disso, também poderão se transformar em alguns dos personagens do longa com maquiagens da Arlequina, Coringa, Pistoleiro, Diablo e Katana. A ação também conta com a presença de atrizes caracterizadas como Arlequina no local, exibição dos trailers do filme em telões e carregadores de celular no lounge.

Mais informações sobre o evento e valores poderão ser obtidas no site http://tattooweek.com.br/.

Sobre o filme

Do diretor David Ayer (“Corações de Ferro”; “Marcados para Morrer”), chega Esquadrão Suicida, estrelado pelo indicado ao Oscar Will Smith (“Ali”; “À Procura da Felicidade”) e pelo vencedor do Oscar Jared Leto (“Clube de Compras Dallas”), assim como por Margot Robbie (“O Lobo de Wall Street”; “Golpe Duplo”), Joel Kinnaman (série de TV “House of Cards”) e pela indicada ao Oscar Viola Davis (“Histórias Cruzadas”; “Dúvida”).

É bom ser mau… Reúna um time com os mais perigosos Supervilões já encarcerados, forneça a eles o mais poderoso arsenal à disposição do governo e os envie em uma missão para derrotar uma entidade enigmática insuperável. Amanda Waller, Oficial de Inteligência dos EUA, está convencida de que apenas um grupo de indivíduos díspares, desprezíveis, com quase nada a perder e convocado secretamente vai funcionar. No entanto, quando eles percebem que não foram escolhidos apenas para ter sucesso mas também por sua óbvia culpa quando inevitavelmente falharem, o Esquadrão Suicida resolverá morrer tentando ou decidirá que é cada um por si?

Com roteiro e direção de Ayer e baseado nos personagens da DC Comics, o filme também é estrelado por Jai Courtney (“A Série Divergente: Insurgente”), Jay Hernandez (“Ladrões”), Adewale Akinnuoye-Agbaje (“Thor: O Mundo Sombrio”), Ike Barinholtz (“Vizinhos”), Scott Eastwood (“Corações de Ferro”), Cara Delevingne (“Cidades de Papel”), Adam Beach (“Cowboys & Aliens”) e Karen Fukuhara, em seu primeiro papel em um longa-metragem. É produzido por Charles Roven e Richard Suckle e produção executiva de Zack Snyder, Deborah Snyder, Colin Wilson e Geoff Johns.

A equipe de criação de Ayer nos bastidores inclui o diretor de fotografia Roman Vasyanov (“Corações de Ferro”; “Marcados para Morrer”), o designer de produção Oliver Scholl (“No Limite do Amanhã”), o editor John Gilroy (“Círculo de Fogo”), a figurinista Kate Hawley (trilogia “O Hobbit”) e o supervisor de efeitos visuais indicado ao Oscar Jerome Chen (“O Pequeno Stuart Little”; “Corações de Ferro”; filmes “O Espetacular Homem-Aranha”). A trilha sonora é criada por Steven Price (“Gravidade”), compositor ganhador do Oscar.

A Warner Bros. Pictures apresenta Esquadrão Suicida, uma produção da Atlas Entertainment e um filme de David Ayer. O longa será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa do grupo Warner Bros. Entertainment, e tem estreia nacional prevista para 4 de agosto de 2016, com lançamento em 3D, 2D e IMAX® 3D, em salas de cinema selecionadas.

 

RESENHA – DOIS CARAS LEGAIS

129045.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx

Lançamento: 21/07/16
Direção: Shane Black
Elenco: Ryan Gosling, Russell Crowe, Margaret Qualley

Sinopse: Na Los Angeles dos anos 1970, a filha de uma funcionária do Departamento de Justiça dos Estados Unidos é sequestrada e ela decide contratar Jackson Healy (Russell Crowe), brutamontes violento e ex-alcoólatra, para investigar o caso. O trabalho revela-se mais complicado do que o esperado e ele decide contar com a ajuda a um medroso e atrapalhado detetive particular (Ryan Gosling).

O filme começa promissor. Excelente trilha sonora, boa apresentação de personagens e cenário. Ficamos sabendo qual a grande trama já no começo do filme e nos envolvemos com ela. O problema é que além de falas extremamente repetitivas e que em nada contribuem com a trama, passamos 2/3 do filme acompanhando um acontecimento que no final das contas não parece ser suficiente. A trama não é sólida. A produção do filme está bem bacana e o elenco sem dúvida alguma trabalha muito bem, o que é uma pena.
A direção parece tão confusa quanto seu material base em alguns momentos, o que acaba jogando fora o trabalho do restante da equipe em alguns momentos. No final, Dois caras legais se torna um filme mais interessante por seu visual do que por seu conteúdo e lamentavelmente dá a dica de que pode ter uma sequência.

RESENHA: JULIETA, Pedro Almodóvar

bacab-12940672_1705272686379921_1793062303_n

Lançamento 07/07/2016
Direção: Pedro Almodóvar 

Elenco: Inma Cuesta, Adriana Ugarte, Emma Suárez e mais.

Sinopse: Julieta – Julieta (Emma Suárez/Adriana Ugarte) é uma mulher de meia idade que está prestes a se mudar de Madri para Portugal, para acompanhar seu namorado Lorenzo (Dario Grandinetti). Entretanto, um encontro fortuito na rua com Beatriz (Michelle Jenner), uma antiga amiga de sua filha Antía (Blanca Parés), faz com que Julieta repentinamente desista da mudança. Ela resolve se mudar para o antigo prédio em que vivia, também em Madri, e lá começa a escrever uma carta para a filha relembrando o passado entre as duas.

Em Julieta temos um trabalho de produção, produção de arte e design de produção incríveis. A trilha sonora consegue acompanhar bem o que ocorre em tela e transmitir angustia, raiva e felicidade para o espectador.

Na realidade, toda a parte técnica do filme é impecável. A fotografia merece destaque e as locações escolhidas para rodar o filme são maravilhosas e trazem bastante bagagem para o que ocorre em cada cena. O filme também conta com um elenco muito bom, destacando, claro, Adriana Ugarte que faz Julieta jovem e Emma Suárez, que interpreta Julieta mais velha. O trabalho de ambas é muito bom mostrando as dores e os amores de Julieta.

O que me decepcionou no filme, foi o roteiro. Além das falhas mais simples como excesso de narração e grandes sequencias de ação, ele se torna fraco, não justificando totalmente as ações de alguns personagens. Fica claro que o que querem é destacar o sofrimento da protagonista, a dor de ser uma mãe que sofre com o afastamento da filha, mas é um roteiro que peca por querer que a personagem sofra em diferentes momentos. O que seria o mais interessante a ser explorado, ocorre praticamente no final do filme, e se perde. por uma situação já esperada. Não existe surpresa, não existe alívio. Na realidade, pode causar raiva ao espectador.

Apesar dos problemas com o roteiro, o filme grita Almodóvar, com as cores fortes – o vermelho vibrante, do inicio ao fim se destacando em tela – e personagens femininas sempre em destaque. Para quem, assim como eu, curte o trabalho do diretor, ou, caso seja amante de cinema de arte, com toda certeza não pode perder a oportunidade de assistir o filme.

XoXo

COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ APRESENTA TRILHA SONORA REPLETA DE ROMANTISMO

O longa, que está em cartaz nos cinemas brasileiros, tem o clima romântico embalado por músicas como a famosa “Photograph” de Ed Sheeran e “Till The End”, na suave voz de Jessie Ware.

“Not Today”, da banda Imagine Dragons, também é destaque na trilha sonora do longa. A canção foi divulgada recentemente junto a um vídeo repleto de cenas emocionantes estreladas por Emilia Clarke e Sam Claflin.

A trilha sonora completa será lançada em 3 de junho de 2016, pela Interscope Records. Veja abaixo as músicas que a compõem:

1. Max Jury – “Numb”

2. HOLYCHILD – “Happy With Me”

3. X Ambassadors – “Unsteady’ (Erich Lee Gravity Remix)”

4. Jessie Ware – “Till The End”

5. The 1975 – “The Sound”

6. Jack Garratt – “Surprise Yourself”

7. Cloves – “Don’t Forget About Me”

8. Ed Sheeran – “Photograph”

9. Imagine Dragons – “Not Today”

Link para compra do álbum: https://VA.lnk.to/TrilhaMeBeforeYou

 

E aí? Se emocionou escutando também?

 

XoXo