[RESENHA] A noiva fantasma

darkside03

ISBN: 9788566636277

Ano: 2015

Páginas: 360

Língua: Português

Editora: Darkside Books

Preço Médio: 41,00

Sinopse: Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma…
1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.
A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo.
Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.
Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea.

Muitas mulheres sonham em ficar noivas, em se casar.

Em A Noiva Fantasma, romance de estreia de Yangsze Choo, vamos viajar no tempo e conhecer a história da Li Lang, uma jovem chinesa que como muitas daquela época se preocupa em conseguir um bom noivo, sonha com um casamento.

Na época em que o livro se passa é tipicamente comum. E por mais que seja algo que como leitora talvez fosse difícil de digerir, a autora nos deixa tão íntimos da personagem que fica simples enxergar pelos olhos da protagonista.

Talvez seja o livro mais romântico que a Darkside tenha no catálogo, mas não se engane: Não é apenas mais um romance. Ou uma história bobina, água com açúcar. A autora faz uso de uma grande pesquisa e cria todo um novo contexto para uma questão cultural que existia na época.

Pode parecer absurdo, mas dei uma pesquisada e achei pavoroso o fato de casamentos arranjados com o noivo morto realmente tenha existido. Famílias costumavam fazer esse arranjo para garantir paz do homem em questão e em troca, a família da noiva teria uma boa quantia como pagamento.

A jovem não passaria nenhuma necessidade.

Li Lang perdeu a mãe muito cedo, mas foi muito bem criada. Sua família está em crise financeira: não estão completamente falidos, mas estão em total declínio. Seu pai está se recuperando de uma grave doença e vê na filha uma maneira de fazer com que a família possa ter uma melhor condição.

Li Lang se recusa a casar com um noivo que já está morto e é justamente por conta de sua recusa que o livro se mostra muito mais que um simples romance. O universo que Li Lang vai começar a explorar é retratado com muita delicadeza e é rico em diversos detalhes para apresentar o universo da morte.

Não vou me prolongar, afinal estaria contando spoilers, coisa que evito, mas sinceramente, quando pensei que iria me decepcionar com o livro, ele mostra muito mais e a autora é bastante original em cima de uma tradição medonha da China. Existem detalhes e cenas desse universo que parecem absurdas se você parar para pensar com cuidado, mas a autora consegue costurar tão bem todos os detalhes e acontecimentos que fiquei impressionada com a naturalidade de tudo criado, de tudo o que ocorre.

Confesso que esperava um livro mais sombrio. Como comentei, de tudo que tive a oportunidade de ler da Darkside, esse, sem dúvida foi o livro mais leve e mais romântico de todos. Existem fantasmas, existe pobreza, existe sofrimento, mas acaba sendo um livro muito mais humano que o esperado.

Quem ler com toda certeza vai entender o que estou falando. O ponto alto fica para a escrita da autora. Se rolar um top 5 de livros do ano, ele tem que estar na lista, pois foi um dos mais bem escritos que li até agora!

Esta resenha foi feita em conjunto com o grupo open minds do Blog Harlan Coben Brasil.

unnamed

XoXo

 

Lançamentos DarkSide® Books

A DarkSide é uma das editoras que vem se destacando no mercado nacional. Não só por ter lançamentos bombasticos, mas por criarem um relacionamento bem bacana com seus leitores.  A editora também investe muito na finalização do seu material. Livros em capa dura, papel diferenciado… São livros super desejados. O Meu Top desejo são os livros da Ilana Casoy.

Mas vamos compartilhar três super lançamentos que vem por aí. Um em Maio e os outros dois em Abril.

DarkSide01

No premiado romance de Evie Wyld, a fazendeira Jake White leva uma vida simples numa ilha inglesa. Suas únicas companhias são rochedos, a chuva incessante, suas ovelhas e um cachorro, que atende pelo nome de Cão. Tendo escolhido a solidão por vontade própria, Jake precisa lidar com acontecimentos recentes que põem em dúvida o quanto ela realmente está sozinha – e o quanto estará segura. De tempos em tempos, uma de suas ovelhas aparece morta, o que pode ser muito bem obra das raposas que habitam a floresta próxima à sua fazenda. Ou de algo pior. Um menino perdido, um homem estranho, rumores sobre uma fera e fantasmas do seu próprio passado atormentam a vida de uma mulher que sonha com a redenção.

Aos poucos, vamos descobrindo mais sobre as suas habilidades em tosquiar e cuidar de ovelhas, aprendidas ainda quando jovem, em sua terra natal, na Austrália. E vamos aprendendo também o que aconteceu lá, que acabou por conduzir White à uma vida de reclusão e isolamento. E sobre as contradições e diferenças entre um passado (sempre narrado no tempo verbal presente) cheio de vida e calor, e o presente (narrado por sua vez no passado) repleto de lama, frio e um ritmo mais desacelerado, paira uma atmosfera absolutamente brutal.

Tinha que começar pelo que mais me chamou atenção.

Onde os Pássaros Cantam me chamou atenção não só pela cara linda, mas também por ser um romance com suspense psicológico. O Jornal The Spectator o comparou como as primeiras obras do Ian McEwan, autor que admiro demais! Não conhecia a autora, mas este é o seu segundo romance premiado, quem vem chamando bastante atenção e conquistando fãs por toda parte.

Uma história que fala sobre redenção? Baby, my body is ready!

Onde os Pássaros Cantam será lançado em Maio de 2015 e sim, a edição será em capa dura! <3

darkSide02

 

Chava é uma golem, criatura feita de barro, trazida à vida por um estranho rabino envolvido com os estudos alquímicos da Cabala. Ahmad é um gênio, ser feito de fogo, nascido no deserto sírio, preso em uma antiga garrafa de cobre por um beduíno, séculos atrás.

Atraídos pelo destino à parte mais pobre de uma Manhattan construída por imigrantes, Ahmad e Chava se tornam improváveis amigos e companheiros de alma, desafiando suas naturezas opostas. Até a noite em que um terrível incidente os separa. Mas uma poderosa ameaça vai reuni-los novamente, colocando em risco suas existências e obrigando-os a fazer uma escolha definitiva.

O romance de estreia de Helene Wecker reúne mitologia popular, ficção histórica e fábula mágica, entrelaçando as culturas árabe e judaica com uma narrativa inventiva e inesquecível, escrita de maneira primorosa.

Golem e o Gênio me chamou atenção por ser uma aventura fantástica que vai misturar culturas que raramente vemos em livros juvenis: Judaica e Árabe. E se passa em uma Manhattan do século XX. Bem diferente do que vemos por aí não é? Não tem como não ficar curioso! O livro vai ser lançado em Abril e também vai ser uma edição em capa dura! <3

 

darkside03

1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.

Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século xix. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.

Fiquei tão curiosa que fui procurar no nosso amigo google sobre a antiga tradição de casamentos fantasmas e me espantei ao encontrar matérias de pessoas em 2011 sendo presas por venderem corpos “frescos” para tal prática. Bizarro no último, sem dúvida alguma.

Tirando a parte bizarra, continuei a pesquisa e me vi fascinada por esse lado da mitologia Chinesa. Estou muito curiosa para ler o livro, especialmente pela autora Yangzse Choo ser descendente dos Malaios. Por mais romantizada que a história seja, qualquer review spoiler free que você vê por aí é só elogios.  E elogios não só apenas sobre a escrita dela, mas pela qualidade da pesquisa, pela viagem cultural que o leitor pode fazer com o livro. Tem coisa melhor? Estou mega empolgada.

A Noiva Fantasma vai ser lançado no mês de Abril e também vai ser em capa dura.

 

E aí? Quem mais está empolgado com os lançamentos da DarkSide?

XoXo