[RESENHA] Zac e Mia, A. J. Betts

zac-e-mia-capa_1

ISBN: 9788581637716

Ano: 2015

Páginas: 288

Língua: Português

Editora: Novo Conceito

Preço Médio: 22,00

Sinopse:A última pessoa que Zac esperava encontrar em seu quarto de hospital era uma garota como Mia – bonita, irritante, mal-humorada e com um gosto musical duvidoso.
No mundo real, ele nunca poderia ser amigo de uma pessoa como ela.
Mas no hospital as regras são diferentes. Uma batida na parede do seu quarto se transforma em uma amizade surpreendente.
Será que Mia precisa de Zac? Será que Zac precisa de Mia? Será que eles precisam tanto um do outro?
Contada sob a perspectiva de ambos, Zac e Mia é a história tocante de dois adolescentes comuns em circunstâncias extraordinárias.

A primeira coisa que me chamou atenção é que apesar de ser um siclit, Zac e Mia tem uma capa de cor amarela. É vibrante na medida, e combina extremamente com o livro.

Logo nas primeiras páginas me peguei envolvida. Não foi um livro que me arrancou lágrimas. Alias, foi uma leitura que apesar de um pano de fundo triste, foi muito gostosa. Não, apesar do tema semelhante, não estamos falando de um livro parecido com A culpa é das estrelas. Vi que algumas pessoas fizeram a comparação, mas até o humor é diferente. É mais doce, é mais leve.

Zac conhece a Mia por estar internado no hospital. Ele está lutando bravamente contra sua doença, mas por mais exemplar que seja, e mais otimista que seja, os resultados fazem com que se sinta ansioso. Ele é o típico observador do meio copo cheio. É amistoso, amoroso e carinhoso. Sabe de sua situação e que existem outras pessoas em situações tanto melhores quanto piores. Já a Mia é explosiva. Consegui me identificar melhor com ela. Ainda mais em sua situação. É difícil, na verdade, você não sentir as angustias deles.

A autora conseguiu passar muito bem todas as angustias, os medos e também as alegrias dos personagens. A escrita dele é bem leve, você vai lendo e nem sente o tempo passar. No final de cada capítulo você fica ainda mais curioso, preso e querendo saber mais e sem a certeza do que realmente está por vir. Quando acabei o livro fiquei satisfeita com a leitura como um todo. O livro tem um bom ritmo e muito mais que uma grande paixão adolescente, retrata uma bela amizade e a descoberta do amor. E esse é o ponto mais forte. Fora que também achei que a autora, assim como o Sr Green, tem um dialogo sincero e sem tantas frescuras sobre adolescentes com câncer. Na verdade, justamente pelo cenário em que se encontram, achei que ela conseguiu aprofundar mais sem deixar piegas.

Apesar de um tema que quem não é muito chegado em drama ficaria apreensivo, Zac e Mia é uma leitura leve e divertida, realmente fofa e por isso mesmo recomendada!

XoXo