[RESENHA] Risco Calculado, Elaine Elesbão.

10411829_658770047561732_6231074512919388473_n

 

ISBN: 9788567208565

Ano: 2015

Páginas: 255

Língua: Português

Editora: Tribo das letras

Preço Médio: 35,00

Quando Valentina completou doze anos, seus pais a entregaram a um padrinho para que ela pudesse receber uma boa educação e desfrutasse de uma vida melhor.
Os anos se passaram e Valentina se transformou em uma bela mulher. O seu padrinho, Hugo, sempre tão atencioso, tornou-se a sua grande paixão e em seus braços ela descobriu o prazer.
A questão é que Hugo Rosenthal, que utiliza o sexo como forma de demonstrar força e superioridade, sente um amor doentio por Valentina e é capaz de qualquer coisa para não perder o domínio que tem sobre ela.
Determinada a conquistar a sua independência e a trilhar o seu próprio caminho, Valentina elabora um arriscado plano e foge, mas sabe que o seu passado não a deixará em paz. Conhece muito bem Hugo e os métodos que ele utiliza para conseguir o que quer e teme que o pior aconteça.
Enquanto Valentina luta para chegar ao seu propósito, conhece Max, um doce e gentil veterinário, e todas as suas certezas são abaladas. Se o sexo para ela já foi jogo, armadilha, dominação, o fundo do poço… Com ele é abrigo, aconchego, paz, plenitude, lar.
Risco Calculado é uma história de amor, de vários tipos de amor, mas é também uma história de ódio. E quando esses dois sentimentos se confundem ou se confrontam tudo pode acontecer…

 

*Nota: A autora solicitou que fosse esclarecida a questão da diferença de seu livro para os demais da editora. Ela mesma avisou e pediu para que deixasse avisado que seu livro saiu diferente por ter contratado profissionais por conta própria para lapidar seu material. O resultado, como vocês podem ver na resenha é excelente, mas o deixa totalmente diferente dos outros livros da casa. 

Risco Calculado é o primeiro livro que leio da autora. De primeira já tenho que elogiar o cuidado com a edição do livro como um todo. A diagramação, por sinal é simples, bem meu número. Sempre que falo sobre diagramação, algumas pessoas me perguntam o que é uma boa diagramação para mim: simples, limpa. Sem floreios demais. Em Risco Calculado temos exatamente esse exemplo de diagramação.

A escrita da Elaine é bem simples, o que faz com que mesmo em momentos tensos do livro você não se afaste tanto dele. Isso é importante e não sei se foi proposital, já que não conheço seus outros livros. O livro retrata um relacionamento abusivo e a libertação de sua protagonista. Não vou negar que em muitos momentos me lembrei do clássico “Dormindo com o Inimigo” – Sim, aquele com a Julia Roberts, que por sinal deveria ser visto por todas as mulheres! – por conta da dinâmica entre abusador e vitima, a questão do isolamento entre alguns outros detalhes que só quem já assistiu/leu vai entender. O livro também serve como uma boa leitura para que possamos abrir os olhos. Apesar de nesses dois casos as protagonistas estarem bastante isoladas do que ocorre no mundo fora da redoma em que vivem, infelizmente os relacionamentos abusivos podem estar ocorrendo ao seu lado, sem que nem mesmo perceba.

A maioria dos relacionamentos abusivos segue um ciclo comum. A Elaine explorou bem isso. Não conhece? Então basta dar uma olhadinha nesse gráfico. Ciclo-violência-doméstica

Valentina, ainda muito nova sai da casa dos pais e vai viver com seu tutor e padrinho.

Hugo é um homem muito rico, culto e claramente perturbado. Ele educa e doutrina Valentina dos seus 12 anos aos 18. Impõe uma vida extremamente regrada para ela e comanda todos os seus movimentos. Escolhe o que deve vestir, o que/quanto que pode comer. Valentina, em suas mãos é como uma marionete. Ao se tornar maior de idade, Valentina também se torna esposa desse homem e quanto mais se relaciona com ele, mais vai percebendo como as coisas dentro daquela casa são erradas. Hugo é o típico personagem manipulador, que não perde a chance de rebaixá-la, seja durante o sexo ou quando estão jantando.
Por sorte, Valentina resolve colocar um plano em prática e fugir. Ela precisa viver verdadeiramente e todas as novas experiencias vão ser um tanto chocantes para ela. Acostumada a viver no luxo, vai ter que batalhar para construir seu próprio futuro e é pega de surpresa por uma paixão de verdade com um homem simples e muito romântico.

Gostei muito do livro apesar de querer ler muito mais sobre essa Valentina independente. Essa Valentina se descobrindo, essa Valentina sozinha. Acabei achando que o veterinário de arrancar suspiros das apaixonadas conquistou seu coração com facilidade. Não tenho duvida alguma que o livro poderia ter mais oitenta, cem páginas de bom material.

O livro acaba antes mesmo que você espera e justamente por isso, vai pra coleção livros de uma sentada. Não é o tipo do livro que indicaria para ler e relaxar em uma tarde de domingo, afinal, em algumas cenas você consegue sentir muito nojo da situação. Mesmo com toda simplicidade na escrita, a autora consegue deixar você inquieto.

É uma boa leitura para mulheres num geral, mas como tem cenas de sexo, não aconselharia para menores de 16 anos. Acredito que serve não só como entretenimento, mas também como alerta. Sabe um recadinho delicado que mais quer dizer amiga abre teu olho?  E isso, sem duvida é o ponto mais alto de todo o livro pra mim: a mensagem. O empoderamento feminino.

Apesar de tudo isso, uma coisa que fica clara e que não compreendi – e que também não diz respeito a autora ou seu trabalho – e a diferença gritante na qualidade da edição do livro como um todo, em comparação com os demais títulos da mesma editora. Na edição de Risco Calculado a revisão é bem feita, a capa bem trabalhada, a diagramação limpa, mas se colocar o livro ao lado dos demais da editora ele se torna um produto muito diferente. Fiquei sem entender, já que tenho outros 5 livros da mesma editora que seguem outra linha… Mesmo que alguns sejam livro do selo Métrica, fico sem compreender exatamente qual a diferença.

XoXo

 

Mirela Paes

Escritora de final de semana. Viciada em livros, filmes e séries. No twitter só fala bobagem o dia todo e é completamente apaixonada por cachorros.

2 Comments

  1. Olá, galera.
    Eu também li esse livro e achei a escrita da autora fascinante. Já conhecia os livros anteriores dela, mas esse é pra mim o melhor. Eu tinha acabado de ler “Caixa de Pássaros”, do Josh Malerman. Estava naquele estado de depressão pós-livro, sabe? Então. Quando comecei “Risco Calculado”, a forma como o presente e o passado eram mostrados, puts, fiquei apaixonado pelo livro. Odiei o Hugo com todas as minhas forças, mas amei aquele final. Eu não acho que precisaria de mais páginas porquê pra mim ele correu perfeitamente bem. De todos os livros que li esse ano, e olhe que foram muitos, esse foi um dos melhores. E aquele final foi o melhor de todos, disparado.
    Acho que é um livro com uma carga emocional muito forte, que a gente tem que parar, respirar e ler com toda a calma. Ele prende, faz pensar, e leva a gente a conhecer algo que existe a torta e a direita, que é a parada do abuso. Também fiz uma resenha sobre ele, se quiserem conhecer deem um pulinho lá no Leitores Anônimos (leitoresanonimos.com.br). 😉

    • Oi Marcos, bacana que vc curtiu o livro também. Mas de todo seu comentário vou discordar de vc a questão de ter mais material. Na minha opinião a Elaine poderia sim escrever mais e não seria um problema hehehe. Acredito que com o potencial dela, ela poderia sim entregar mais material e mais material com o mesmo nível! Eu realmente gostaria de ler um pouquinho mais. E isso é algo positivo né? Significa que o livro deixou a gente super ligado! hehe Vamos dar um pulinho no seu blog sim! bjs e boas leituras!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *