Relacionamentos Abusivos na Literatura – Jeu

Esse fenômenos na literatura tem realmente me incomodado, pois significa que estamos dando valor aos relacionamentos errados. Ninguém quer viver um relacionamento em que o cara te coloca pra baixo, te cobra o tempo inteiro e quer saber todos os seus passos. Somos livres para viver nossas vidas como bem decidimos e estar em um relacionamento nunca deve significar abrir mão dessa liberdade ou sentir medo o tempo inteiro.

Estar com alguém tem que trazer conforto, felicidade e companheirismo. Como disse Cazuza em “Todo Amor Que Houver Nessa Vida”: eu quero a sorte de um amor tranquilo. Nada quero temer o que ele vai achar se você falar com seu amigo de faculdade ou regular o que você veste e como você se porta.

Uma relação assim é tóxica e não deve ser cultivada. Dessa forma, vamos parar de super valorizar esses personagens masculinos que, só porque são ricos e lindos, a mulherada acha “ok” agir dessa forma. Os verdadeiros relationship goals na literatura devem ser casais que crescem juntos, que brigam, mas por coisas bobas, não porque ele te mandou tirar o batom vermelho ou deletar seus amigos das redes sociais. É assim que devem ser o relacionamentos, tanto na vida real quanto nos livros.

tumblr_nftatqHuXB1tcgbjto1_500

E vocês acham o que sobre esse assunto? Algum exemplo de relação abusiva que te tirou do sério ou um relacionamento na literatura que foi gostoso de ler?

Beijos

Jéssica Guanabara

Faz doces por profissão, ama Oreo demais para uma pessoa normal e vive 24 horas com o celular na mão. No Twitter tá sempre reclamando de alguma coisa. Lê, escreve, assiste e nesse meio tempo recebe lambidas de Bernard, o dachshund mais bagunceiro do mundo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *