[Resenha] Surpresa Irresistível (Christina Lauren)

surpresa-irresistivel

ISBN: 9788579309090

Ano: 2015

Páginas: 352

Língua: Português

Editora: Universo dos Livros

Preço Médio: 44,90

Ruby Miller fica em choque quando recebe a notícia de que vai representar seu escritório de Londres em uma conferência de um mês em Nova York. Isto porque ela não estará sozinha: terá a companhia de Niall Stella, simplesmente o vice-presidente de sua empresa e — há meses — a paixonite secreta da bela estagiária californiana. Niall nunca havia reparado em Ruby até os dois começarem a flertar no voo para os Estados Unidos. O lindo britânico definitivamente não é um cara que toma a dianteira na conquista, porém os dois terão o mês inteiro em Nova York para se conhecerem sem pressa. Ruby usará de todas as armas de sedução para desarmar as barreiras de Niall e viver fantasias arrebatadoras com seu affair secreto. Aproveite e mate a saudade de outros personagens da série Cretino irresistível, como Chloe, Bennett, Will e Max Stella.

As autoras Christina e Lauren são máquinas de escrever livros, sério. Elas são as “Nicolas Sparks” da literatura erótica de tanto que livro que essas mulheres lançam por ano. Você pisca e tem livro novo da série “Irresistível” e a gente ama, porque é garantia de diversão e cenas hot hot hot. Com Surpresa Irresistível não foi diferente. Aliás, teve um elemento diferente dos outros livros que li da série que me fez gostar ainda mais da história de Niall e Ruby.

Pegue um engenheiro super certinho e com zero jeito para lidar com as mulheres e junte com a estagiária de sua empresa que tem uma queda, ou melhor, um abismo por ele. Os dois em Nova York durante um mês trabalhando juntos e se conhecendo melhor. É essa a equação dessa nova história das autoras americanas e por mais cliché que ela pareça, funciona e eu simplesmente amei.

É interessante ver um personagem masculino que não é o deus da sedução, fugindo um pouco dos padrões que seguem todos os homens de literatura erótica. Niall é lindo, deixa todas as mulheres babando quando ele passa e tem aquele “quê” de homem poderoso vice-presidente de uma empresa, porém, Niall não tem muito manejo quando o assunto é mulher. Ele passou dez anos casado com a namorada da adolescência, a garota que deu o primeiro beijo e era a única referência de relacionamento em sua vida. Após o divórcio, ele não se aventurou muito nas noites de Londres e o máximo de contato sexual que teve com outra mulher foi uma “esfregada” que recebeu em um pub.

Até aquela viagem para Nova York a trabalho ele não tinha notado a estagiária de seu colega, a californiana Ruby. Mas no avião mesmo ele já começa a perceber como Ruby é o oposto das mulheres que ele se interessa; cheia de energia, falante, além de extremamente sexy. Por mais que aquilo não seja errado diante das regras da empresa – afinal, Ruby não é sua subordinada – Niall não pode se envolver com Ruby em uma aventura sexual sem compromisso. Para ele o buraco é mais embaixo e existe certo trauma do seu casamento fracassado, tornando difícil ele se abrir e deixar Ruby mostra-lo um pouco as coisas que ele nunca fez na vida.

E não estamos falando apenas de sexo. O aspecto mais interessante dessa nova história de Christina e Lauren é a evolução de Niall como um homem descobrindo coisas novas com uma mulher. Geralmente é o contrário e quantas vezes não vimos a garota virgem aprendendo coisas sobre sexo com algum homem muito mais experiente? Surpresa Irresistível vem justamente dar esse sopro de frescor no gênero e é mais uma prova de que essas duas sabem o que faz, focando no personagem masculino e deixa em segundo plano o fato de Ruby estar realizando o desejo de se envolver com seu crush.

Foi o primeiro livro que li da série (que ainda não li todos) que trouxe essa bagagem emocional dos personagens e não foi apenas sexo atrás de sexo, ainda assim as cenas quentes são sensacionais. Por mais que eu ache um saco esse “mimimi” que acontece em alguns livros eróticos só pra impedir o casal de fazer sexo em paz, nessa história fazia todo sentindo e tornou o desfecho ainda mais legal. Não teve aquela frescura de “não posso ficar com você porque tenho um passado obscuro e sou um péssimo homem”. Estava mais para “vamos com calma porque eu me ferrei de verdade com minha ex e não quero me machucar novamente”, algo natural para quem foi capacho da esposa como aconteceu com Niall.

Que essas duas continuem escrevendo história como Surpresa Irresistível e tantas outras dessa série. São livros divertidos e sem compromisso para ser uma obra-prima erótica. Você senta em um domingo à tarde para ler e quando viu já terminou e tá sentindo um calor que… Só Jesus. E é isso que a gente gosta, não é mesmo?

Beijos 🙂

PS: adorei a participação de Bennett na história <3

Resenha de Beauté: Batom Líquido Zanphy

BATOM 2

Como disse no vídeo “Batons Líquidos com Efeito Matte”, eu amo esse acabamento de batom. Não me canso de testar os lançamentos das marcas e estou eternamente na busca do melhor, mais barato, com maior variedade de cores. Nas andanças por lojas de cosméticos acabei conhecendo o batom líquido da marca Zanphy e digamos que eu achei o dupe brasileiro que fica entre o Amsterdam da NYX e o Ryby Woo da Mac.

BATOM 4

 

BATOM 3

Claro que eu escolhi o vermelho entre as cores disponíveis. Ele tem a embalagem clássica de batom líquido, com aplicador de esponjinha. Um das coisas que eu mais gosto nele é o cheiro; parece um chiclete quando você abre a embalagem, diferente das maquiagens nacionais que tem cheiro de talco e eu odeio.

BATOM 1

Ele seca bastante e fica com o acabamento opaco que eu amo e prezo nesse tipo de batom. A cor fica um pouco mais clara depois que seca, mas a aplicação é fácil e não craquela. Dá tempo de construir camadas se você quiser que o tom fiquei mais vivo pois ele não seca tão rápido assim.

Quanto a duração, segue o esquema “fica intacto até comer”, porém, é um dos batons líquidos que mais durou mesmo depois de comer ou beber. Se usá-lo em uma ocasião que não terá ingestão de algo, ele dura a noite toda e ainda te dá trabalho na hora de tirar com demaquilante. Prefira usar um mais oleoso para dissolver.

Pelo preço médio desse batom (R$ 20,00), diria que é uma das opções nacionais com melhor custo-benefício e dá para encontrar em lojas de cosméticos.

Beijos 🙂

2DB Gourmet: Cookie com Gotinhas de Chocolate

thumbnail cookie

Ingredientes

100g manteiga

60g de Açúcar Mascavo

60g de Açúcar Crital

150g Farinha de Trigo (sem fermento)

65g de Gotas de Chocolate (ou chocolate picado)

1 colher de sopa de Extrato de Baunilha (PS: Se for usar essência de baunilha, que é mais fraca, dobra a quantidade)

1 ovo

Modo de Preparo

Se fizer, posta no Instagram e nos marca (@doisdedosdebagunca) para a gente ver.

Beijos 🙂

Resenha de Beauté: Clarisonic Mia 2

Para quem se interessar em saber onde comprar a Clarisonic nos EUA, comprei a minha na Sephora. Tem alguns vendedores no Mercado Livre que vendem o aparelho aqui no Brasil, mas claro que o preço não é dos melhores. Outros lugares que vendem nos EUA: Ulta, Macy’s, Amazon (site) e Bloomingdale’s.

Como disse, não é um aparelho barato porém é algo que você vai usar o resto da vida. Basta ir trocando as cabecinhas de 6 em 6 meses e cuidar direitinho de sua Clarisonic. Uma vantagem é que o site Feel Unique vende as cabecinhas e entrega no Brasil. Eu compro as minhas lá e como demora bastante tempo para chegar, sempre peço umas 3 em cada compra para ter um estoque antes de pedir a próxima.

Se tiver alguma dúvida sobre a Clarisonic, deixa nos comentários que vou responder dentro dos meus conhecimentos como usuária do aparelho há quase 2 anos 🙂

Beijos

Top 5: Lançamentos Mais Esperados para o Resto de 2015

Baseado no grupo do GoodReads chamado “Top 5 Wednesday” (que toda quarta tem um tema para você listar seu 5 favoritos), resolvi listar os 5 livros que serão lançados ainda esse ano e que estou ansiosa para ler.

A lista está de acordo com data de lançamento, da mais próxima até a que levará mais tempo para sair

A Garota no Trem – Paula Hawkins (07/08)

A_GAROTA_NO_TREM_1434566443456816SK1434566443B

Eu já tinha lido resenhas das gringas e o livro foi bem recebido lá fora, além de já ter a adaptação para o cinema confirmada e com Emily Blunt no papel principal.

“Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres (Inglaterra). O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas.

Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason -, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida.

Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.”

Thriller do jeito que a gente ama <3

O Lado Feio do Amor – Colleen Hoover (19/08)

8fc63018-3363-4661-9273-1dd558c0e5de

Eu já li a versão em inglês (Ugly Love), mas eu amei tanto esse livro que to doida para conferir como ficou a tradução. Não tem como não se apaixonar pelo Miles nessa história.

“Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo… apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.”

Prepara o lencinho que esse é pra chorar.

A Garota na Teia de Aranha (Millenium vol. 4) – David Lagercrantz (28/08)

122973193_1GG

O 4º volume da série Millenium vem com um “a mais” para me deixar ansiosa: a série será escrita por outro autor, já que Stieg Larsson (criador da trilogia) morreu em 2004. Depois de muita briga na justiça, vamos finalmente saber o que acontece com Lisbeth e Mikael nessa história que terá elementos dos três primeiros livros, mas com um novo toque.

“Lisbeth Salander e Mikael Blomkvist estão de volta na aguardada e eletrizante continuação da série Millennium. Neste thriller explosivo, a genial hacker Lisbeth Salander e o jornalista Mikael Blomkvist precisam juntar forças para enfrentar uma nova e terrível ameaça. É tarde da noite e Blomkvist recebe o telefonema de uma fonte confiável, dizendo que tem informações vitais aos Estados Unidos. A fonte está em contato com uma jovem e brilhante hacker – uma hacker parecida com alguém que Blomkvist conhece. As implicações são assombrosas. Blomkvist, que precisa desesperadamente de um furo para a revista Millennium, pede ajuda a Lisbeth. Ela, como sempre, tem objetivos próprios.”

Espero que Lisbeth continue foda como só ela sabe fazer.

Tempestade de Sangue – Kel Costa (Setembro)

1493508_420101551519310_6919343312344483266_o

 

Que a gente ama a Kel <3 isso não é novidade. E que estamos nos rasgando de ansiedade para saber o que vai acontecer com a Sasha e os Mestres, já nos preparando para sofrer e dar risada como só a Kel consegue com suas histórias.

Ela até liberou um trecho no Facebook:

“— Acenderei as tochas para você. Siga sempre as tochas. Pegue seus pais, volte para o bosque e vá para a Morada.
— Ok. — Enxuguei o meu rosto à toa, já que a chuva continuava forte.
Meus olhos começaram a arder e senti o choro querendo chegar. Abri a boca para espantar as lágrimas, pois tudo o que eu não precisava naquele momento era me sentir fraca.

Mikhail me encarou, me avaliando. Provavelmente decidindo se me trancava na Morada ou não. Ele que não ousasse! Eu fugiria de qualquer forma!

— Eu consigo, Misha. Eu consigo!

Ele assentiu e passou o braço em volta da minha cintura. Nós saltamos, ou melhor, ele saltou e eu me segurei nele. O vento fez com que o manto negro que eu vestia levantasse como um balão me envolvendo. Assim que tocamos o chão, eu me livrei daquela peça de roupa, pois era grande demais e me atrapalharia. Tirei também o casaco de Blake. Quanto menos peso, melhor. A chuva já me prejudicava bastante.

Eu me encolhi em seus braços enquanto passávamos pelas ruas. Fomos atacados por dois centauros e ele precisou me soltar para pegar suas adagas. Conseguiu cravar as duas nas gargantas dos dois mitológicos e quando as retirou, virou o cabo de uma delas na minha direção.

— Você já sabe como usar. Leve-a com você.

O sangue escorria pela lâmina, mas peguei mesmo assim e a limpei na minha roupa. Misha pareceu aprovar o gesto, pois deu um sorrisinho orgulhoso.”

Saudades Mikhail <3

Confissões On-line 2 – Iris Figueiredo (Setembro)

download

Coloquei a capa do 1º porque a continuação ainda não teve a capa libera. Quem viu o vídeo-resenha que fiz sobre Confissões On-line 1 sabe como eu amei o livro e quero saber o que irá acontecer. Já estou aguardando ansiosa para acompanhar as novas aventuras da Mari (dessa vez em terras gringas) e para encontrar a fofa da Iris Figueiredo novamente para autografar meus livros.

Quais livros vocês estão ansiosos para conferir ainda esse ano? Lembrando que tem Bienal do Livro no Rio de Janeiro em Setembro e muitas novidades serão lançadas no evento.

Beijos 🙂

 

[Resenha] Tocando as Estrelas – Rebecca Serle

tocando-as-estrelas_capa_1.png.1000x1353_q85_crop

 

ISBN: 9788581637334

Ano: 2015

Páginas: 224

Língua: Português

Editora: Novo Conceito

Preço Médio: R$ 27,90

Quando Paige Townsen deixa de ser uma simples aluna do ensino médio para se tornar uma celebridade, sua vida muda do dia para a noite. Em menos de um mês, ela troca as ruas da sua cidade natal por um set de filmagens no Havaí e agora está conhecendo melhor um dos homens mais sexies do planeta segundo a revista People. Tudo estaria perfeito se o problemático astro Jordan Wilder não fincasse o pé em uma das pontas desse triângulo cinematográfico. E Paige começa a acreditar que a vida, pelo menos para ela, imita a arte.

Todo mundo tem curiosidade para saber como funcionam os bastidores de um filme. Ainda mais quando o filme é baseado em uma trilogia super famosa, um dos mais aguardados do ano. Quando Paige decide participar das audições para o papel principal no primeiro filme da trilogia Locked, ela não imaginou que sua vida fosse mudar tão bruscamente ao ganhar o tal papel e que ela fosse entender como realmente funcionava por trás das câmeras.

Paige sempre sonhou em ser atriz e famosa, participando das peças da escola, alguns comerciais em sua cidade (Portland) e produções locais. Ela tinha sonhos grandes e corria atrás disposta a fazer o que fosse possível para alcança-los, vendo essa chance com a tal audiência para interpretar August e fazer parte da adaptação da série favorita de sua melhor amiga Cassandra.

Mas a parte difícil nem foi conseguir o papel: foi realmente se tornar August e ver sua vida dar um giro de 360º da noite para o dia. Paige (ou PG como passam a chama-la) precisa passar alguns meses em Maui, no Havaí, gravando o filme já que o livro se passa em uma ilha. Até aí tudo bem, afinal, quem não quer morar no Havaí por um tempo? E só fica melhor, porque seu colega de trabalho é Rainer Denvor, o ator teen mais sexy da atualidade e um fofo. Rainer ajuda Paige em todas as cenas que fazem juntos e com toda a pressão que o diretor coloca para ela ser melhor sempre, sabendo que aquela é a primeira vez de PG em um set de filme. Uma amizade que cresce cada dia mais e logo deixa Paige meio em dúvida sobre o que ela está sentindo. Ela estaria interessada por Rainer ou estaria confundindo a simpatia dele com outra coisa? Normal de adolescente…

Para completar, o outro ator que irá fazer parte o triângulo amoroso do filme é o inimigo número 1 de Rainer: Jordan Wilder. Os dois tem uma treta do passado envolvendo a ex-namorada de Rainer e Jordan parece sentir prazer em provocar o inimigo, essa disputa ganhando um incentivo quando ele percebe o interesse de Rainer por Paige. Então Paige se ver entre o astro teen lindo e fofo (Rainer) e o bad boy sexy (Jordan), além de toda a preocupação por ela não se sentir preparada para levar August para as telas e lidar com o que virá depois que o filme for lançado.

É uma história jovem-adulto bem bonitinha e simples. Eu adorei o background do livro por falar de um assunto que eu acompanho bastante, que são as franquias para cinema de livros super aclamados. Passei a leitura toda imaginando que era Crepúsculo e eu estava vendo o relacionamento de Kristen e Rob nascendo, sabe? E por mais cliché que a história se desenvolva e você imagine com quem ela vai ficar no final (o que não é necessariamente quem eu shippei o livro todo), tem sua graça. Não é um livro para você tirar uma lição de vida e passar dias pensando sobre tema, mas para ler durante as férias e passar o tempo de forma divertida.

A autora escreve de modo simples e sem muitos rodeios e criou personagens que você consegue se apegar na medida certa. Paige não tem frescura como muitas mocinhas de YA, o que foi um ponto super positivo pra mim. Eu realmente entendi todas as suas dúvidas e como ela se sentia perdida naquele novo mundo. E os mocinhos da história mostraram um pouco como os atores jovens lidam com a fama muito cedo, como as imagens que eles passam podem não se exatamente suas verdadeiras personalidades off-cam.

E sabendo que a continuação irá sair agora no segundo semestre nos EUA, fiquei ainda mais curiosa para saber como esse triângulo amoroso irá lidar com a fama e as consequências dela.

Se interessaram por Tocando as Estrelas?

Beijos 🙂

Relacionamentos Abusivos na Literatura – Jeu

Esse fenômenos na literatura tem realmente me incomodado, pois significa que estamos dando valor aos relacionamentos errados. Ninguém quer viver um relacionamento em que o cara te coloca pra baixo, te cobra o tempo inteiro e quer saber todos os seus passos. Somos livres para viver nossas vidas como bem decidimos e estar em um relacionamento nunca deve significar abrir mão dessa liberdade ou sentir medo o tempo inteiro.

Estar com alguém tem que trazer conforto, felicidade e companheirismo. Como disse Cazuza em “Todo Amor Que Houver Nessa Vida”: eu quero a sorte de um amor tranquilo. Nada quero temer o que ele vai achar se você falar com seu amigo de faculdade ou regular o que você veste e como você se porta.

Uma relação assim é tóxica e não deve ser cultivada. Dessa forma, vamos parar de super valorizar esses personagens masculinos que, só porque são ricos e lindos, a mulherada acha “ok” agir dessa forma. Os verdadeiros relationship goals na literatura devem ser casais que crescem juntos, que brigam, mas por coisas bobas, não porque ele te mandou tirar o batom vermelho ou deletar seus amigos das redes sociais. É assim que devem ser o relacionamentos, tanto na vida real quanto nos livros.

tumblr_nftatqHuXB1tcgbjto1_500

E vocês acham o que sobre esse assunto? Algum exemplo de relação abusiva que te tirou do sério ou um relacionamento na literatura que foi gostoso de ler?

Beijos