[RESENHA] Eu te darei o sol, Jandy Nelson

eu-te-darei-o-sol_capa_1.png.1000x1353_q85_crop

ISBN: 9788581636467

Ano: 2015

Páginas: 384

Língua: Português

Editora: Novo Conceito

Preço Médio: 22,00

Sinopse: Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia.Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém.
Contado em perspectivas e tempos diferentes, EU TE DAREI O SOL é o livro mais desconcertante de Jandy Nelson. As pessoas mais próximas de nós são as que mais têm o poder de nos machucar.

Jandy Nelson consegue emocionar qualquer um. Isso é um fato.

Dividido em 2 povs diferentes e se passa em 2 momentos diferentes. Não recomendo que seja lido na tpm, enh mulherada? rsrsrsr.

Vamos acompanhar o Noah e o Jude em uma fase delicada e complicada na vida dos dois. Eles são inseparáveis, mas ao mesmo tempo são personagens muito “individuais”. O Noah é representado por uma escrita é bem mais leve e ele tem uma sensibilidade incrível. Ele é um artista talentoso, mas também sofre por ser mais quietinho, na dele.

Já a Jude é mais desenrolada e com ela o único ponto negativo do livro: Achei que a personagem acabou se mostrando muito mais madura que uma garota de sua idade. Ok, ela tem uma carga emocional grande que a envolve, uma certa amargura até, mas ainda assim, achei que não fez lá muito sentido tanta maturidade de sua parte. Tirando isso, a Jude é o oposto do irmão. Comunicativa, se dá bem com brincadeiras e esportes, popular… e sempre o ajuda quando o vê sofrendo por ser tão reservado.

Os dois acabam dividindo a atenção da mãe e é relatado de forma… sufocante. É incrível como você talvez comece a ler o livro tendo um ponto de vista e este vá mudando aos poucos. Não existe exatamente um time, um irmão para quem torcer. Você se vê supersticioso assim como a Jude e entendendo como o talento do Noah é de te “desmontar” por completo.

No final, você compreende que mais do que a história de dois irmãos que estão ligados de uma maneira incrível, é uma história extremamente humana sobre medo, ódio, sofrimento, alegrias, amores, temores, descobertas… O final não foi como eu esperava, mas quanto mais penso nele, mais vejo que ele foi perfeito. De primeira pode ser que te pegue de surpresa, mas a grande verdade é que é um final daqueles que você só compreende e aproveita de fato depois de muito pensar e refletir sobre ele.

Mais uma vez um livro belíssimo e bem escrito! Com excelentes mensagens.

XoXo

Mirela Paes

Escritora de final de semana. Viciada em livros, filmes e séries. No twitter só fala bobagem o dia todo e é completamente apaixonada por cachorros.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *